Coisas simples que qualquer pessoa pode fazer para veganizar o mundo

8086620976_a9e49f4881_z

 

1. Faça ao menos uma refeição principal vegana por dia

Isso pode significar um corte de até 25% (ou mais) no seu consumo de produtos de origem animal! Pode parecer pouco, mas já é um grande começo. Intuitivamente você será levado a comprar menos produtos de origem animal, enquanto prefere por produtos veganos, sejam alimentos integrais frescos ou os chamados “alternativos”, como salsichas, queijos, maioneses e bifes vegetais. Confira alguns exemplos aqui. Em larga escala, essa prática pode mudar toda cadeia de produção de alimentos. E isso acontece o tempo todo!

2. Peça algo propositalmente vegano ao comer fora

Assim como o que você come em casa, tão importante é o que você come na rua, as vezes até mais importante. Essa é uma decisão que demanda um pouco mais de planejamento. Você pode fazer opções veganas triviais como milho e tapioca para um lanche. Essas escolhas são importantes, mas você também pode veganizar nos principais restaurantes, lanchonetes, redes de fast-food, etc. basta conhecer o menu ou fazer adaptações. Faça dessas escolhas algo expressivo, priorize opções propositalmente veganas em detrimento das acidentais. Outras dicas a seguir podem reforçar o valor desse momento.

3. Compre produtos de empresas comprometidas com o veganismo

Muitos produtos são chamados de “acidentalmente veganos”, são aqueles que por mero acaso não possuem ingredientes de origem animal na composição. Seus fabricantes geralmente não possuem qualquer compromisso com a ética e com a difusão do veganismo. De outro lado, temos empresas que criam produtos veganos tendo consicência da importância desse mercado, e outras, inclusive, têm um compromisso ético e com a promoção do veganismo, financiando eventos, materiais informativos, publicações, etc.

4. Utilize a avaliação nas redes sociais

Foursquare, Trip Advisor, Google+ e o próprio Facebook através das fanpages, entre outras redes sociais, são ferramentas extremamente eficientes – geralmente subestimadas pelos consumidores – para se comunicar com a empresa e fazer suas demandas. Sempre que possível, visite a página do estabelecimento nessas redes sociais (se existir, é claro) e faça uma avaliação com comentários que reforcem boas práticas e críticas construtivas. Evite utilizar canais de SAC, por email e formulários no site da empresa, muitas vezes esses serviços possuem falhas ou estão simplesmente abandonados, técnicas e suas palavras podem nunca ser lidas. As dicas do tópico a seguir podem ajudar sobre o que falar.

5. Deixe um bilhete

Muitos estabelecimentos possuem formulários para que os clientes possam fazer uma avaliação do serviço, críticas e sugestões. Através deles você pode fazer diversas recomendações:

  • Modificações nos pratos para torná-los uma opção vegana
  • Modificações no menu indicando as opções veganas
  • Identificar as opções veganas no buffet
  • Recomendar que os atendentes/funcionários sejam treinados para atender o público vegetariano
  • Questionar o preço cobrado pelas opções veganas, que geralmente são mais caras, menos tendo menor custo de matéria prima e preparação.
  • Pedir para que o menu de opções veganas seja ampliado
  • Sugerir produtos veganos que normalmente são esquecidos, como sorvetes, sobremesas, etc.
  • Sugerir opções veganas que podem agradar um público maior, como alérgicos e intolerantes à lactose.
  • Sugerir que o estabelecimento procure firmar convênio com ONGs veganas, e outras instituições que fomentem esse mercado, como a SVB.

Na verdade, se você for vegetariano, apenas por manifestar sua existência, já poderá influenciar o estabelecimento de alguma forma.

6. Converse com o gerente

Gerentes muitas vezes são os mais solícitos a ouvir os clientes e entender suas demandas. Se você tiver essa oportunidade, converse com o gerente sobre algumas das observações citadas acima, tendendo encontrar soluções e ouvindo o que ele já tem a dizer sobre o assunto. Poderá ficar surpreso com a recepção!

7. Não seja invisível

Faça escolhas que revelem quem você é. Entenda aqui.

Essas são apenas algumas ideias simples que podemos colocar em prática com pouco esforço. Que outras ideias você tem? Compartilhe com a gente!

 

Crédito da foto: Henry Schimke

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s